terça-feira, 26 de setembro de 2006

Hillsong United + Diante do Trono (+ Renascer Praise) em SP


No sábado, 23 de Setembro de 2006, esteve se apresentando no Canindé, estádio da quase obituária Portuguesa, o Hillsong United. O Diante do Trono abriu o show, e ao final houve a participação especial do Renascer Praise. Todos bons músicos cristãos com diferentes características. A produção do evento ficou a cargo de Vision Produções e Rafael Reisman Produções.

Não sei ao certo quantas pessoas estiveram lá, (10, 15, 30 mil?), mas tenho achado a repercussão do show bem fraca para quem esperava muito e teve muito. Foi um show vigoroso em todos os termos. O público era bem eclético, bem de acordo com a musicalidade do evento.

Entretanto a organização do evento foi algo no mínimo patético. Para grande quantidade de pessoas esperadas era mais do que necessário os portões abrirem não apenas 2 horas antes do início, mas bem antes. Na hora do início do show 5 mil pessoas ainda estavam do lado de fora, e por isso, por ordem da polícia, o show não poderia iniciar enquanto todas ainda não entrassem. Resultado: 1 hora de atraso para o início (que prejudicou a esquisita participação especial do Renascer Praise, que tocou depois da atração principal para 2% do público).


E não foi apenas isso. O policiamento era escasso e só aumentou mais perto do horário do começo do show. Ou seja, por causa da fila tumultuada o trânsito na região onde os filhos de Deus estavam ficou um verdadeiro inferno. Até distribuição de santinhos de políticos apareceu – junto com o bio-horror Cronenberguiano Havanir Nimitz.

Há algum tempo atrás, na época de garoto, shows em estádios tinham filas bagunçadas por pouco tempo; a polícia chegava rapidamente e eficazmente endireitava a fila na base de cacetetadas em nossas joviais pernocas de molecada-de-jeans-e-camiseta-de-banda. E tudo ficava na santa paz.

A PM não gostava é do King Diamond.g

2 comentários:

Luciana Mira disse...

Poxa...que feio isso que vc escreveu....Mas vc tem raza o em partes..realmente os portoes deveriam ser abertos antes mesmo, pois calsou tumulto..mas foi bençao..eu passaria por tudo de novo!

Que Deus abençoe sua vida... e a parte de Havanir realmente foi engraçadohehe...

bjinhus

ANG disse...

A realidade nem sempre é uma coisa bonita. Benção que lhe cega pra o que acontece a sua volta está mais pra dopping emocional. Houve bençãos? Sim, houve. Mas não houve só isso.